Ação de abaixo-assinado pela substituição das charretes


Nesta última sexta-feira pela manhã foi realizada a primeira ação de abaixo-assinado para coletar assinaturas de pelotenses a favor da substituição de veículos de tração animal por veículos de tração humana.

Em apenas uma manhã foram coletadas 375 assinaturas favoráveis a retiradas das charretes

Em apenas uma manhã foram coletadas 375 assinaturas favoráveis a retiradas das
charretes

O executivo já apresentou um protótipo de veículo de tração humana, porém o custo é muito alto e não condiz com a realidade das famílias de charreteiros do município. O principal objetivo do abaixo-assinado é pressionar a prefeitura a procurar parceiros que tenham interesse em patrocinar o protótipo, a fim de baixar o custo de aquisição, assim como já foi feito em outros municípios, além de ofertar cursos profissionalizantes para estes trabalhadores. “Esperamos que ao perceber que a substituição das charretes é uma necessidade – e que grande parte da população é a favor disso -, o Executivo passe a dar mais atenção à questão e estude opções viáveis para que os cavalos podem ser poupados da exploração e maus tratos”, disse um dos participantes do movimento. Hoje, a quantidade de cavalos recolhidos em situação de maus tratos ou encontrados já mortos e abandonados é alarmante.

A fiscalização não tem sido suficiente para coibir a exploração animal e o município não tem estrutura e verba para tratar todos os animais encontrados em situação crítica. Também são frequentes os casos de menores de idade conduzindo veículos de tração animal em meio ao trânsito, colocando a si, ao animal, e aos outros em risco. Em poucas horas durante uma manhã já foram coletadas mais de 375 assinaturas, e o objetivo do grupo – formado por protetores do município e parlamentares que lutam pela causa animal – é conseguir assinaturas de pelo menos 10% da população. O grupo responsável pela ação do abaixo-assinado está otimista com o resultado, e a próxima edição deve acontecer em breve na região do Laranjal.

 

 



Fonte: Diário da Manhã | Laranjal