Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas
Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas
Praia do Laranjal, Pelotas, Rio Grande do Sul

Prefeitura divulgou, nesta segunda-feira (12), nova atualização da ocupação profissional das pessoas infectadas pelo coronavírus na cidade. De acordo com o levantamento feito pelo Observatório de Segurança Pública, considerando dados registrados até 8 de abril, os aposentados, os estudantes e os profissionais de saúde continuam os mais infectados pelo vírus da Covid-19, e representam 13,04%, 11,26% e 7,83 dos casos, respectivamente, somando 9.456 pessoas. A porcentagem daqueles que não informaram a profissão continua alta – são 20,01% das confirmações para a doença.

A análise também mostrou que as mulheres são o grupo mais infectado pelo coronavírus – 55,9% dos casos. Os homens representam 44,1% dos contaminados. Em relação às idades, a maior parte dos positivos está na faixa de 20 a 34 anos, com índice de 30,4% confirmações, seguido pelas pessoas de 35 a 49 anos, que são 28,8% dos infectados.

Confira as profissões apontadas no levantamento

Não informou profissão – 5.889 casos

Aposentados / Pensionistas –3.837 casos

Estudante –3.313 casos

Profissional de saúde – 2.306 casos

Comerciário/Atendente – 2.199 casos

Do lar – 1.583 casos

Administrador/Empresário – 770 casos

Profissional do transporte – 741 casos

Profissional da educação – 717 casos

Desempregado – 653 casos

Profissional de segurança – 634 casos

Construção civil – 573 casos

Serviços administrativos 542 casos

Profissional do ramo alimentício – 526 casos

Prestador de serviços – 493 casos

Crianças em idade escolar – 434 casos

Autônomo – 424 casos

Empregado doméstico – 357 casos

Servidor público – 340 casos

Profissional da indústria – 339 casos

Profissional da estética – 283 casos

Advogado – 248 casos

Profissional rural – 214 casos

Engenheiro-mecânico/Mecânico – 197 casos

Cuidador de idosos – 172 casos

Porteiro – 130

Eletricista – 116 casos

Diarista – 113

Corretor de imóveis – 110 casos

Profissional do esporte – 107 casos

Bancário – 104 casos

Profissional da comunicação – 102 casos

Dentista – 85 casos

Profissional da tecnologia – 83 casos

Farmacêutico – 80 casos

Contador – 68 casos

Costureira – 62 casos

Pintor – 60 casos

Psicólogo/Psiquiatra – 56 casos

Técnico de telecomunicações – 54 casos

Veterinário – 54 casos

Nutricionista – 48 casos

Babá – 40 casos

Técnico de informática – 35 casos

Músico – 23 casos

Profissional portuário – 20 casos

Líder religioso – 19 casos

Fotógrafo – 18 casos

Jardineiro – 17 casos

Biológo – 12 casos

Economista – 12 casos

Pescador – 12 casos

Pesquisador – 11 casos

É importante informar os dados pessoais

A atualização do zoneamento por bairros e da profissão dos infectados é feita a partir das notificações de casos suspeitos e positivos para coronavírus, realizadas nos serviços de saúde, unidades, hospitais e laboratórios, tanto públicos quanto privados. Os dados completos dos pacientes são enviados à Vigilância Epidemiológica, desde nome e telefone, até profissão e a data que os primeiros sintomas se manifestaram.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) alerta para que esses registros sejam feitos de maneira correta e completa, uma vez que os dados são essenciais para que o Município possa acompanhar o andamento da doença e traçar estratégias para controlar a contaminação e a pandemia.

Em relação às idades, a maior parte dos positivos está na faixa de 20 a 34 anos, com índice de 30,4% confirmações, seguido pelas pessoas de 35 a 49 anos, que são 28,8% dos infectados.

Fragata e Colônia têm aumento nos casos de coronavírus

Divulgado nesta segunda-feira (12), nova atualização do zoneamento de casos de coronavírus em Pelotas. Na análise, que considerou os registros feitos até 8 de abril pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o Fragata e a Colônia apresentaram crescimento de 0,1% nas infecções pelo vírus. Em caminho oposto, o Centro, as Três Vendas e a Barragem tiveram redução de 0,1% nas contaminações.

O levantamento feito pelo Observatório de Segurança Pública apontou que o Fragata passou de 22,4% para 22,5% dos registros, enquanto a Colônia representava 2% dos casos e agora possui 2,1% das confirmações. Já no Centro, que na semana passada registrou 16,3% percentuais, caiu para 16,2%. Nas Três Vendas também houve diminuição de confirmados – o índice era de 23,8% e, agora, são 23,7% de positivados para a doença. A Barragem reduziu de 0,8% para 0,7% a quantia de contaminados.

Areal, Laranjal e São Gonçalo, de acordo com a análise, mantiveram estabilidade na última semana, e seguem representando 18,8%, 4,9% e 8,6% dos casos, respectivamente. O registro de pessoas infectadas pelo coronavírus, que não informaram as regiões de moradia, também aumentou – passou de 2,4% para 2,5%.



Fonte: Diário da Manhã | Laranjal

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on tumblr
Tumblr