Assis Brasil sediará aulas do Projeto Start no Centro


Depois do anúncio da Escola Estadual de Ensino Médio Doutor Joaquim Duval, na Santa Terezinha, e da Escola Municipal de Ensino Fundamental Francisco Caruccio, no Pestano, o Instituto Estadual de Educação Assis Brasil, no Centro, contará com o projeto de prevenção à violência do Pacto Pelotas pela Paz. A iniciativa da Prefeitura oferece oficinas gratuitas para o ingresso no mercado de trabalho.

O terceiro núcleo a receber as aulas do Projeto Start em 2019 foi definido.

O terceiro núcleo a receber as aulas do Projeto Start em 2019 foi definido.

As inscrições, que podem ser feitas mediante retirada de ficha na secretaria do Assis Brasil, iniciaram quinta-feira e seguem até a próxima quarta, dia 27 de março. O convite para que os jovens ingressem no projeto foi feito pela própria prefeita Paula Mascarenhas, que visitou sua antiga escola e conversou com os alunos nesta manhã.

Para um auditório lotado pelos estudantes do ensino médio, a chefe do Executivo Municipal explicou as ações desenvolvidas dentro do Pacto Pelotas pela Paz visando diminuir a violência e destacou o papel da juventude neste processo. Lembrou também que a falta de segurança mexe com todas as pessoas, independentemente da faixa etária, e por isso sua manutenção é uma responsabilidade coletiva.

“Os adolescentes tem um espaço importantíssimo, pois estão nessa fase de transição entre infância e vida adulta. Os jovens querem entender quem são, querem autonomia e independência. Quando conseguem esse espaço, se fortalecem”, disse Paula.

Justamente para apostar nas potencialidades dos jovens que vivem em Pelotas, e trabalhar o futuro da cidade, que o Start foi criado. Num período de dois meses, eles são apresentados ao mundo do trabalho e a lições básicas sobre como montar currículos, participar de entrevistas, entre outros assuntos.

Colégio Assis Brasil

Colégio Assis Brasil

Em 2019, o Assis Brasil completa 90 anos e a presença da iniciativa no educandário faz parte de um trabalho da direção para resgatar sua história e envolver a comunidade acadêmica. “A segunda maior escola do Rio Grande do Sul não podia ficar de fora. Alunos de toda Pelotas, de todas as classes, estudam aqui. É papel da escola dar perspectivas e mostrar horizontes”, avaliou o diretor Fábio Padilha Silva.

TERCEIRA TURMA

Depois de formar 55 jovens do Sítio Floresta, Areal e Colônia Z3, e 70 de Getúlio Vargas, Navegantes e Laranjal, a terceira turma do Projeto Start é formada pelos núcleos Santa Terezinha, Pestano e Centro. A novidade desta vez é o formato com inscrições que, conforme o idealizador do Start, Pablo Salomão, busca motivar e envolver mais os alunos, bem como diminuir a evasão.

As inscrições na Santa Terezinha ocorreram entre 15 e 19 de março, para estudantes da Joaquim Duval, moradores da região e da Cohab Lindóia. Cerca de 80 pessoas mostraram interesse e agora será feita uma seleção. No Pestano, o processo teve início na última segunda (18) e segue até esta sexta (22).

As aulas, divididas em seis módulos, vão ocorrer durante oito semanas, no período da tarde. Elas começam na primeira semana do mês de abril e acontecem sempre às terças-feiras na Francisco Caruccio, às quartas-feiras no Assis Brasil e às sextas-feiras na Joaquim Duval, durante duas horas e meia. O Projeto Start é uma parceria da Prefeitura com o CIEE, envolvendo as secretarias de Assistência Social, Cultura e Educação e Desporto.



Fonte: Diário da Manhã | Laranjal