Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas
Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas
Pelotas 24°C

Dunas do Pontal da Barra serão áreas de conservação

Acompanhada da reitora da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Isabela Andrade,  do secretário estadual de Meio Ambiente e Infraestrutura, Luiz Henrique Viana, e de técnicos  da pasta, a prefeita Paula Mascarenhas visitou na manhã deste sábado (4), a área onde estão localizadas as dunas do Pontal da Barra, no Laranjal. A ideia é que o local, que já conta com um estudo científico realizado pela Universidade, seja transformado em uma unidade de conservação do ecossistema.

Em uma caminhada de cerca de duas horas, a gestora e demais autoridades conheceram de perto a diversidade de ecossistemas, como áreas de restinga, campos secos e úmidos, matas paludosas, e as dunas existentes num área de cerca de 800 hectares que margeia o Canal São Gonçalo.

Em uma caminhada de cerca de duas horas, a gestora e demais autoridades conheceram de perto a diversidade de ecossistemas, como áreas de restinga, campos secos e úmidos, matas paludosas, e as dunas existentes num área de cerca de 800 hectares que margeia o Canal São Gonçalo. A área  também é rica em espécies raras e endêmicas  da fauna e da flora, ameaçadas de extinção, além de recursos hídricos e ambientes característicos do local.

Depois de conhecer detalhadamente o espaço, Paula salientou a importância de visitar o local com representantes de  todas as esferas públicas: o Município, com a Secretaria de Qualidade Ambiental; o Estado, com a Secretaria de Meio Ambiente; e a União, com a Reitoria da UFPel, professores e pesquisadores em prol da preservação da área.

“Estamos unidos nesse objetivo de criar essa unidade de conservação. Essa visita tem uma força muito grande, muito simbólica, porque a gente tá em contato direto com a riqueza desse lugar. Saímos todos daqui empolgados com essa beleza, com a certeza de que temos que trabalhar na questão da educação ambiental, fazer os pelotenses conhecerem esse potencial para protegê-lo, para que as próximas gerações compreendam a necessidade de preservar esse espaço, que é diferenciado, único e ao mesmo tempo vamos nos organizar para realmente transformá-lo em unidade de conservação, que é a forma mais segura de garantirmos a perenidade deste espaço”, reiterou Paula.

Para a reitora da UFPel, Isabela Andrade, o contato presencial foi fundamental para mensurar a dimensão da riqueza do local. “”Foi muito importante essa possibilidade de imersão in loco para que a gente conhecesse e se aproximasse desse espaço para aprendermos a respeitá-lo e valorizá-lo. Percebemos a quantidade de espécies nativas restritas a este local, isso reforça a importância de se buscar ações pela conservação e preservação de tudo isso, por meio dessa parceria entre Universidade, Prefeitura e Estado, desta forma avançaremos muito mais na preservação desses espaços na nossa cidade”, detalhou.

Segundo o secretário Luiz Henrique Viana, a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) vai oportunizar todo o suporte técnico para o processo. “Viemos com técnicos que conhecem bem o sistema e poderão nos orientar, tanto na criação da unidade quanto na busca de recursos e até na elaboração da lei, que é necessária e vai ter que passar pela Câmara de Vereadores”, disse Viana.

Acompanharam também a visita ao local, o vice-prefeito Idemar Barz, o secretário de Qualidade Ambiental, Eduardo Schaefer e técnicos da pasta municipal, o diretor do departamento de Biodiversidade da Sema, Diego Melo, o pró-reitor de Planejamento da UFPel, Paulo Ferreira, e o pesquisador e professor de Gestão Ambiental da UFPel, Giovanni Nachtigall.



Fonte: Diário da Manhã | Laranjal


Créditos da Foto ao fotógrafo da postagem original no Jornal Diário da Manhã.