Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas
Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas
Neste fim de semana, as forças segurança de Pelotas voltaram às ruas para coibir aglomerações e cobrar o cumprimento da Lei da Máscara, ações de enfrentamento à pandemia do coronavírus. Festas particulares, realizadas em diferentes pontos da cidade, inclusive na zona rural, foram o alvo das operações integradas. Foram 10 prisões por desacato, quatro apreensões por infração de trânsito e aplicadas 20 multas por aglomeração ou por não utilizar máscaras.
No domingo (23), quatro comboios compostos por policiais militares, civis, guardas municipais e agentes de trânsito, fiscalizaram locais considerados áreas de lazer e de maior concentração de pessoas, tais como a praia do Laranjal e a avenida Duque de Caxias, no bairro Fragata. Uma das equipes, formada pela GM e a Patrulha Rural da Brigada Militar,  atuou na região da colônia.
Equipes atuaram na Zona Rural

Equipes atuaram na Zona Rural

“Nesse fim de semana focamos em realizar policiamento ostensivo, prevenir aglomerações e conscientizar as pessoas sobre a importância de manter o isolamento social”, explicou o secretário de Segurança Pública, Samuel Ongaratto.

Festas
Durante as ações do fim de semana, as forças de segurança conferiram várias denúncias de festas particulares. Uma das reuniões foi flagrada no domingo (23) à tarde, com de 20 pessoas aglomeradas num local próximo a avenida Fernando Osório. Segundo Ongaratto, elas não usavam máscara  e, no momento da abordagem, houve resistência, sendo  necessário reforço policial.
No sábado(22), à noite, duas festas foram confirmadas. Em um bar, localizado na Cohab Tablada, foram efetuados nove autos de infração por aglomeração. Já em um sítio, na Cascata, mesmo sem ter acesso ao local onde ocorria uma festa, as forças policiais constataram desrespeito as regras de prevenção e controle ao coronavírus, além de desacato a autoridade.
“No local havia cerca de 50 pessoas, muitas não usavam máscara. Fomos desrespeitados pelos cidadãos que estavam no local. Mesmo sem acesso a área da festa, autuamos o responsável pelo evento e registramos ocorrência policial”, afimou Ongaratto.



Fonte: Diário da Manhã | Laranjal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on tumblr
Tumblr