Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas
Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas
Praia do Laranjal, Pelotas, Rio Grande do Sul

O estímulo ao protagonismo juvenil oportunizado pelo Start – projeto do Pacto Pelotas pela Paz – agora também é reconhecido nacionalmente. A iniciativa, que busca combater a violência no município através da capacitação de adolescentes ao mercado de trabalho, formou 310 jovens – destes, 40 já estão empregados. O modelo de Pelotas será conhecido em todo o Brasil graças à conquista do nono lugar do Prêmio de Inovação em Política Públicas para Juventude, organizado pela Secretaria Nacional da Juventude, que divulgou o resultado preliminar.

Além de receber o certificado, a iniciativa também passará a integrar a base virtual de dados do Centro de Documentação de Políticas de Juventude, tendo publicadas, pelo governo federal, suas experiências no âmbito do empoderamento juvenil e da prevenção à violência. Quarenta projetos de todo o país concorreram ao prêmio – entre os dez primeiros colocados, cinco são da Região Sul.

'PROJETO Start' preparou 310 adolescentes para o mercado de trabalho – destes, 40 já estão empregados

‘PROJETO Start’ preparou 310 adolescentes para o mercado de trabalho – destes, 40 já estão empregados

EXEMPLO PELOTENSE PARA O BRASIL

“Este reconhecimento mostra o quanto podemos incentivar e criar políticas públicas para os jovens sem gerar custos significativos aos cofres públicos. O Start, com quase dois anos de trajetória, já é um projeto consolidado que, agora, poderá ser replicado a nível nacional”, afirmou o idealizador da iniciativa, Pablo Salomão, lembrando que a experiência pelotense serviu como inspiração para o RS Seguro, programa de segurança pública do governo estadual.

O coordenador reforça que as centenas de adolescentes do Sítio Floresta, Areal, Colônia Z3, Getúlio Vargas, Navegantes, Laranjal, Santa Terezinha, Pestano, Centro e Vila Princesa foram preparados para o mercado de trabalho, a partir de oficinas ministradas por profissionais do CIEE e das secretarias municipais de Assistência Social e de Educação e Desporto, além de parcerias com voluntários.

Salomão salienta que, mais expressivo que o prêmio, é o retorno dado pelos adolescentes que colocam o Start em sua trajetória profissional e veem novas portas se abrir. “Vemos o reconhecimento no brilho do olhar e no sorriso de cada aluno. Isso é o principal”, defendeu.



Fonte: Diário da Manhã | Laranjal

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on tumblr
Tumblr
Would you like to receive notifications on latest updates? No Yes