Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas
Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas
Praia do Laranjal, Pelotas, Rio Grande do Sul

Por Alberto Schwonke, documentarista

v

E, neste momento, tenha se perguntado, o que deve haver lá do outro lado?O documentarista Alberto Schwonke de 33 anos, Engenheiro Agrônomo, Guia de Turismo e Fotógrafo é quem esteve no local e faz breve relato para ‘matar’ a curiosidade de quem sempre imaginou o que poderia haver por lá. A faixa de terra com densa vegetação, possível visualizar em dias claros, é conhecida como, Ponta Rasa e pertence ao município de São José do Norte.

Visão contrária – Olhando em direção à Rio Grande

Esta ponta de terra, que avança lagoa a dentro, possui área estimada em 40 mil hectáres, ocupada por plantação de pinheiros. “O local é habitado por grande diversidade de aves marinhas, costeiras e migratórias, além de répteis e anfíbios. O maior animal presente é o Graxaim, que se caracteriza como o maior mamífero da região”, disse Alberto Schwonke. A vegetação do local é bem adaptada as áreas de areia e dunas, marcada pelos campos que se estendem até a lagoa formando gramados em meio as árvores.

Segundo ele, as inúmeras expedições sempre foram feitas navegando até lá em veleiro ou caiaque. “A localidade não possui moradores residentes, porém fica entre duas comunidades pesqueiras; a Vila das Capivaras (ao sul) e a Vila da Várzea”, explica Alberto. As comunidades estão próximas ao canal natural de navegaçãoque tem correntes com água salgada, conduzidas pelos molhes da barra de Rio Grande, tornando a área nobre para a pesca profissional e de lazer, sendo conhecido como local que dá peixe.

The post LAGOA: O QUE TEM DO LADO DE LÁ? appeared first on Jornal do Laranjal.



Fonte: Jornal do Laranjal

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on tumblr
Tumblr