Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas
Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas
  • Notícias e Artigos
  • RS ultrapassa, marca de 2 milhões de doses de vacina contra Covid-19 aplicadas na população
Portal Praia do Laranjal - www.PraiaDoLaranjal.tur.br
Praia do Laranjal, Pelotas, Rio Grande do Sul

O Rio Grande do Sul ultrapassou, na manhã deste sábado (10/4), a marca de 2 milhões de doses de vacina contra o coronavírus aplicadas na população. Às 10h, o painel de acompanhamento mantido pela Secretaria da Saúde registrava 2.014.073 doses aplicadas – 1.639.168 primeiras doses e 379.905 como segunda.

“Em abril, com a chegada das remessas dos dias 2 e 8, mais de 550 mil doses foram destinadas a completar o esquema vacinal dos gaúchos, e isso está ocorrendo neste momento em muitos municípios gaúchos, graças a uma mobilização nunca vista. Garantir a segunda dose às pessoas é garantir saúde, um direito do cidadão. Além disso, a segunda dose aplicada nos aproxima, cada vez mais, da superação dessa pandemia que já nos causou tanta dor”, explica a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

O Ministério da Saúde enviou uma remessa de 290 mil vacinas do dia 26 de março. Menos de 15 depois, o Rio Grande do Sul atingiu o patamar de 2 milhões de doses aplicadas.

“Outro dado positivo é que, no dia 22 de março, tínhamos aplicado 1 milhão de vacinas. Em menos de 20 dias, chegamos a 2 milhões, o que muito nos estimula, porque o ritmo é célere e a maioria dos municípios atendeu nosso apelo pela agilização da vacinação. Prova disso é que o Rio Grande do Sul está em primeiro lugar, pelo segundo dia consecutivo (8 e 9/4), no ranking do Estados que mais vacinaram no país”, afirma a diretora do Departamento de Atenção Primária e Políticas de Saúde, Ana Costa.

O Estado recebeu 12 lotes que totalizam pouco mais de 3 milhões de vacinas e não há nenhuma retenção de doses. Assim que chegam ao aeroporto, na capital, são transportadas à Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), onde são separadas em lotes, embaladas e enviadas às 18 Coordenadorias Regionais de Saúde espalhadas pelo Estado.

Graças ao apoio de aeronaves das forças de segurança, as vacinas chegam às coordenadorias em menos de 24 horas após o desembarque. Na Ceadi fica apenas uma reserva técnica para reposição de doses em algum município em caso de dano no transporte ou queda de energia.

Prefeitura imuniza mais de 5 mil idosos no fim de semana

Neste domingo (11), 2.872 idosos com 61 anos ou mais foram imunizados contra o coronavírus no drive-thru da vacinação, no Centro de Eventos da Fenadoce. O movimento foi tão intenso, que doses além do previsto precisaram ser disponibilizadas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), e o processo teve seu horário estendido, conduzido pelas cerca de 150 pessoas envolvidas.

A Ana Lúcia Specth, estudante de Enfermagem da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), foi uma delas. Ela está auxiliando no processo de vacinação ao mesmo tempo em que cumpre o estágio curricular da faculdade. Cartas escritas à mão e lembrancinhas, como chocolate, dadas pelos idosos como forma de agradecimento, fazem com que Ana esqueça a rotina puxada. “Participar deste momento é demais. A emoção deles é gratificante”, contou.

O Eni Rodrigues foi levado pela filha, Bruna, para receber a 1ª dose da proteção. “Estou faceiro. A gente esperou muito por isso. A organização aqui é nota mil, show de bola”, comemorou. Além de ser beneficiado com a vacina, ele levou sua doação de alimentos não-perecíveis para contribuir com a campanha de arrecadação.

Daniela Jansen também levou seus pais, Maria e Alvacir, até o Centro de Eventos. Ela expressou sua alegria ao vê-los sendo vacinados e, ao mesmo tempo, lamentou a triste situação causada pela pandemia: “estamos torcendo para que a vacina chegue logo para todos”. Já Maria estava satisfeita logo após a aplicação.

“Conseguimos chegar até aqui, com muito cuidado e isolamento social, saindo de casa apenas para o necessário”, frisou a idosa Maria Jansen, lembrando a todos da necessidade de seguir à risca as precauções para evitar o vírus.

<

p dir=”auto”>Perto das 12h, um carro com um cartaz escrito “Partiu vacinar” se aproximava da mesa dos aplicadores. Nele, estavam Shirley Theil e a mãe, Leila, que segurava outro cartaz com os dizeres “Viva o SUS, viva a ciência”. A ansiedade e o medo, por conta de todas as vítimas que o vírus fez, se misturaram com a emoção ao receber a proteção, e as duas deixaram os pavilhões buzinando como forma de agradecimento aos profissionais de saúde.

Vacinação nas escolas de segunda à quinta

Até a próxima quinta-feira (15), haverá vacinação contra a Covid-19 nos bairros de Pelotas, para o público com idade entre 64 e 61 anos. Na segunda (12), idosos com 64 anos poderão ir às escolas municipais para receber a 1ª dose da vacina contra. Já na terça (13) e na quarta-feira (14), os contemplados são os de 63 e 62 anos, respectivamente. Por fim, na quinta, é a vez daqueles com 61 anos.

Serão 1 mil doses em cada dia, que serão distribuídas pela SMS nos sete pontos. Para tanto, o sistema de distribuição de fichas será repetido nos locais, das 10h às 15h.

Fique atento à programação:

– Segunda-feira (12) – idosos com 64 anos ou mais;

– Terça-feira (13) – idosos com 63 anos ou mais;

– Quarta-feira (14) – idosos de 62 anos ou mais; e

– Quinta-feira (15) – idosos de 61 anos ou mais.

Confira o endereço das escolas:

– EMEF Balbino Mascarenhas – rua Cândido Augusto de Mello, 415 (Simões Lopes)

– Colégio Pelotense – rua Marcílio Dias, 1.597 (Centro)

– EMEF Ministro Fernando Osório – avenida Fernando Osório, 1.522 (Três Vendas)

– EMEF Ferreira Viana – rua João Tomaz Munhoz, s/n° (São Gonçalo)

– EMEF Afonso Vizeu – rua Francisco Moreira, 285 (Areal)

– EMEF Francisco Caruccio – rua Leopoldo Brod, 3.220 (Três Vendas)

– EMEF Francisco Barreto – rua Triunfo, 2.257 (Laranjal)

A arrecadação de alimentos não-perecíveis (como arroz, feijão, massa e outros), além de leite e produtos de higiene e limpeza também acontece nas escolas. Podem contribuir os beneficiados com a vacina e seus acompanhantes. As doações serão entregues à Secretaria de Assistência Social (SAS) e entregues a famílias em vulnerabilidade social ou que estejam enfrentando dificuldades financeiras devido à pandemia.



Fonte: Diário da Manhã | Laranjal

Publicações Recentes

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para inscrever-se neste blog e receber notificações de novas publicações e promoções exclusivas por e-mail.

Junte-se a 36.864 outros assinantes

Deixe um comentário

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on tumblr
Tumblr
%d blogueiros gostam disto: