Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas
Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas

Parte das unidades foi distribuída aos centros de saúde que se dedicam ao enfrentamento da pandemia de coronavírus em Pelotas. Mais de 7,6 mil litros de óleo já foram descartados pela população

Através do projeto Óleo Sustentável, lançado pelo Sanep no ano passado, quem preserva o meio ambiente, dando um destino correto ao óleo de cozinha usado, também tem colaborado com as unidades de saúde que enfrentam a pandemia do novo coronavírus na cidade. Isso porque todo o material descartado nos pontos de coleta é transformado em materiais de limpeza – itens essenciais para evitar a propagação do vírus, que são doados pela autarquia e auxiliam na higienização dos centros de atendimento ao público.

De novembro a março, foram coletados 7,6 mil litros de óleo. Destes, 3 mil litros já foram revertidos em 18,8 mil artigos de limpeza – 17 mil barras de sabão (4,2 toneladas) e 1,8 mil tubos de detergente (900 litros), números que dimensionam o poder da iniciativa para transformar o, até então, lixo descartável em arma poderosa contra o vírus. Por isso, atualmente, toda a produção da Usina de Processamento de Óleo Saturado do Sanep é encaminhada às instituições de saúde do município.

Parte das unidades foi distribuída aos centros de saúde que se dedicam ao enfrentamento da pandemia

Parte das unidades foi distribuída aos centros de saúde que se dedicam ao enfrentamento da pandemia

Itens de limpeza já foram destinados à Santa Casa de Pelotas, à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Areal, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), à Unidade Básica de Atendimento Imediato (Ubai) Navegantes, à Secretaria de Saúde e a Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Após o período da pandemia, parte dos produtos será repassada a escolas, gerando economia de verba pública, e a outra metade à Cooperativa Nova Esperança para comercialização, gerando renda para as famílias cooperadas. A autarquia mantém a mesma frequência de coleta e monitoramento dos 22 pontos de descarte espalhados pela cidade, além de ter intensificado a limpeza destas áreas.

Produtos Sanep 02Adesão crescente da população

O coordenador do Departamento de Resíduos Sólidos do Sanep, Edson Plá, salienta que a adesão dos pelotenses ao projeto é crescente. De janeiro a março, por exemplo, o número de litros coletados dobrou – 1,2 mil litros e 2,8 mil litros, respectivamente. “Precisamos considerar que estamos na fase inicial de implantação de postos de coleta, faltando outros 80 em escolas”, ressaltou o coordenador, projetando o potencial de crescimento da iniciativa no futuro.

Dos 7,6 mil litros coletados, 3 mil já tornaram-se produtos de limpeza, 3,6 mil estão no estoque e 1 mil foi classificado como rejeito, por ser considerado impróprio para a utilização, já que estava contaminado com óleo lubrificante, água, restos de alimentos etc.

Usina é a primeira do Rio Grande do Sul

Cerca de R$ 500 mil foram investidos pelo Sanep no projeto, que conta com uma moderna Usina de Processamento de Óleo Saturado, a primeira do Rio Grande do Sul e uma das poucas do Brasil, com capacidade de processar mil litros de óleo por dia. A estrutura, inaugurada no final de novembro, fica na sede da Cooperativa Nova Esperança, no Simões Lopes.

Onde descartar?

Já são 22 lugares em Pelotas – tanto no Centro, quanto nos bairros – que recebem o descarte do óleo usado. Entre eles, o Mercado Central, o Parque UNA, supermercados, os quatro Ecopontos da Prefeitura, seis cooperativas de reciclagem e cinco postos de gasolina. Quem procurar um destes pontos de coleta (veja abaixo a lista completa), encontrará uma estrutura disponibilizada pelo Sanep, com bombona e funil, que facilitará o depósito. A autarquia pede que as pessoas usem uma garrafa/vasilha reutilizável específica para este fim, ajudando ainda mais a cuidar do meio ambiente. É importante também que o óleo já esteja frio para o descarte.

Produtos Sanep 04Amostras grátis no Shopping

Na loja 67 do Shopping Pelotas (em frente ao D’Feira, na praça de alimentação), o Sanep divulga o projeto Óleo Sustentável e distribui amostras do detergente produzido com o óleo – uma oportunidade para os pelotenses testarem a qualidade do produto em casa e engajarem-se nesta importante causa. Há uma estrutura de coleta no local, semelhante às presentes nos lugares de coleta, para a comunidade conhecer o passo a passo do descarte.

A loja também representa um novo ponto para distribuição dos saquinhos de lixo vermelhos para o descarte de luvas e máscaras, de forma a contribuir para a não propagação do vírus no município, principalmente, nas cooperativas de reciclagem que recebem o lixo.

Por que descartar o óleo desta forma e não em casa?

– Preservação da natureza: além de poder causar entupimento dos encanamentos e acúmulo de gordura nas caixas, despejar o óleo de cozinha usado na pia, por exemplo, pode prejudicar, e muito, o meio ambiente ao ir para o esgoto e contaminar a água dos mananciais

– Causa social: parte da produção será comercializada pela Cooperativa Nova Esperança, gerando renda para as famílias cooperadas

– Economia de verba pública: assim que as aulas forem retomadas nas escolas, os produtos de limpeza também serão entregues aos educandários, possibilitando economia de verba pública e criando consciência ambiental nos alunos, desde cedo

– Limpeza das unidades de saúde: atualmente, toda a produção é destinada às instituições de saúde

Conheça os pontos de coleta

  • – Ecoponto Centro – avenida Juscelino Kubitschek, 3.195 (todos os Ecopontos atendem das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira, sem fechar ao meio-dia)
  • – Ecoponto Fragata – rua Machado de Assis, 285, próximo à Cosac
  • – Ecoponto Laranjal – rua Bom Jesus, 95, no Balneário Valverde
  • – Ecoponto Balsa – Rua Paulo Guilayn, 201
  • – Cooperativa de Trabalho dos Agentes Ambientais do Fraget (Cootafra) – rua Carlos Andrade, 260 – Fragata;
  • – Cooperativa de Trabalho de Catadores da Vila Castilho (COOPCVC) – rua Dr. Amarante, 1394/1404;
  • – Cooperativa Pelotense de Prestação de Serviços e Ação Social (COOPEL) – rua Ulisses Guimarães, 788 – Loteamento Dunas, 1394/1404;
  • – Cooperativa de Trabalho e Reciclagem (COORECICLO) – avenida Pinheiro Machado, 2112 – Fragata;
  • – União Cooperativa dos Catadores de Resíduos Sólidos (UNICOOP) – avenida Imperador Pedro I, 1776 – Fragata;
  • – Cooperativa de Trabalho da Vila Governaço (COOPERCICLAÇO) – BR-392, no Distrito Industrial.
  • – Mercado Central (próximo ao portão de entrada pela rua Tiradentes)
  • – Supermercado Guanabara: rua Dom Pedro II, 1144
  • – Macro Atacado Krolow: avenida Ildefonso Simões Lopes, 41
  • – Parque UNA (bairro atrás do Shopping Pelotas. A estrutura fica próximo aos contêineres comerciais, em frente à academia ao ar livre)
  • – Prédio do Sanep (avenida Duque de Caxias, n° 71)
  • – Posto Coqueiro da Colina do Sol: Rua Marcílio Dias, 3085
  • – Posto Coqueiro da Barroso: Rua Almirante Barroso, 2360
  • – Posto 3k Ipiranga: avenida Ferreira Viana, na rotatória do Umuharama

– Posto do Guga: rua Padre Anchieta esquina com a rua Doutor Amarante

– Posto Azeredo: rua Santa Clara 546, Santa Terezinha

– Sagres Agenciamentos Marítimos Ltda – rua Santa Cruz, 55, bairro Porto

– Usina de Reciclagem de Óleo Saturado (Cooperativa Nova Esperança) – rua Siqueira Campos, 170, bairro Simões Lopes.

 



Fonte: Diário da Manhã | Laranjal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on tumblr
Tumblr