Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas
Praia do Laranjal em Pelotas - Turismo no Rio Grande do Sul, Turismo em Pelotas

Zoneamento aponta crescimento de casos em todas as regiões da cidade. O Centro ainda é o local com maior número de registro

A partir das notificações da Vigilância Epidemiológica de casos confirmados de coronavírus em Pelotas, o Observatório de Segurança Pública registrou, na última análise de dados realizada, aumento no índice de casos positivos no bairro Três Vendas, com total de 22,4%. O zoneamento da presença do vírus aponta, ainda, a manutenção do centro da cidade como o local com maior percentual de confirmações – 23,8%.

Segundo a coordenadora do Observatório, Cíntia Aires, as Três Vendas registraram aumento de 2,7% no percentual, foi o local com maior crescimento, se comparado as outras regiões. O levantamento também constatou acréscimo nos índices – reflexo da disparada do número de casos – nas demais regiões administrativas em que o município é dividido para a realização do acompanhamento da expansão da pandemia.

“O Centro, mesmo sendo o local com o maior percentual, reduziu de 25,01% na semana passada para 23,08% nesta, isso é resultado do crescimento do percentual em outras zonas da cidade, mais do que no centro”, explica Aires.

O bairro Fragata é a terceira região com maior percentual de casos confirmados, 20,1%, seguido pelo Areal, com 17,3%. O levantamento apontou ainda de 7,4% do total de positivos para Covid no município são moradores da região do São Gonçalo e 4,4% estão no Laranjal.

Os menores percentuais são correspondentes a pessoas que não informaram endereço ao serem notificados pela epidemiologia local – 2,9%, moradores da zona rural – 1,4% e 0,3% fazem parte da região da barragem.

O zoneamento do percentual total de pessoas infectadas pelo coronavírus em Pelotas se utilizou de registros realizados até o dia 7 de agosto, quando o município totalizava 1.266 moradores positivos.

Mapa contágio



Fonte: Diário da Manhã | Laranjal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *